repete roupa!: semana 15 - uma calça estampada e 5 propostas de uso

segunda-feira

semana 15 - uma calça estampada e 5 propostas de uso


quando tive a ideia pra esse blog lá em janeiro já me deu também o supetão das ideias de repetição e planejei assim em uma levada as primeiras 7 semanas. conforme as semanas foram passando eu passei a meio que não querer usar as roupas que tinha planejado em janeiro, porque por incrível que pareça os meses vão passando e a gente vai mudando, não é mesmo, e todas aquelas ideias que eu tive no começo do ano tavam me parecendo chatas.

essa calça é uma das que foram planejadas em janeiro, mas acabei adiando seu uso, além da razão já explicada acima, porque comecei a dar aulas pra crianças pequenas e não dá pra dar aula pra humaninhos de 2 anos usando salto - mesmo a flatform mais retinha, gente, causa um certo cansaço nos pés e nas pernas, nada que seja perceptível num dia-a-dia comum, mas quando você passa o dia lidando com um grupo de crianças agitadas, é essencial estar com um calçado baixo e adequado pra ficar de pé, caminhar, correr, agachar, levantar..

queria aproveitar essa deixa pra responder uma pergunta anônima feita no post da semana 14 sobre estar confortável pra trabalhar com crianças. se vocês repararem bem no post, o visu de terça e de quinta (os dias em que trabalho com os pequerruchos) são os mais simples, confortáveis e com menos pele aparecendo. na semana passada o grande problema que tive foi a saia branca, pois é comum que eu me sente no chão, manuseie tintas, massinhas, colas, glitter, então a saia foi ficando meio manchadinha esses dias. fora isso, os visus com tomara-que-caia, calça rasgada, ombro/costas de fora foram todos usados durante o resto da minha semana, em que eu não dou aula pra crianças tão novas. pra poder dar conta desses dias com os pequenos, preciso estar confortável e adequada ao ambiente: as tatuagens no braço não são um problema, porque são pequenas e pretas, e braço é uma coisa que hoje em dia causa zero comoção sexual, mas a minha tatuagem no ombro e costas é grande, chama atenção, além de que exibir ombros e costas ainda é considerado inapropriado num ambiente de trabalho - especialmente uma escola infantil religiosa. eu gosto de roupa, gosto de quebrar as regras inventadas pro uso das roupas, mas eu ainda vivo na mesma sociedade que vocês e estou bem ciente de que certos ambientes pedem certos tipos de roupa. o que eu tento mostrar nesse blog é que dá pra ser criativa e original mesmo dentro das regras dos ambientes formais de trabalho.




quanto à calça, pude finalmente repeti-la porque essa semana, devido a certos feriados religiosos importantes, eu tive folga dessa escola em específico, o que me permitiu uma certa liberdade pra brincar com essa calça que só dá pra usar com plataforma. fun fact: dos 7 visus que eu tinha planejado em janeiro, usei apenas um deles - todos os outros eu descartei por motivos de achar horrorosos e/ou sem graça, isso é o quanto eu mudei de janeiro pra cá, gente. legal reparar esses mudanças nossas em curtos períodos de tempo: dá pra ter uma sensação meio real da evolução das coisas todas. é fácil olhar pra anos atrás e perceber mudanças, mas olhar pra alguns meses atrás e também perceber mudanças é uma auto-descoberta, um pequeno mergulho na passagem do tempo e seus efeitos sobre nós.

mas vamos aos visus que esse blog ainda não vive de filosofia, não é mesmo (mas vive de cachorrinhos fofos, isso é uma certeza).





  • segunda, 10 de abril

preciso dizer que a semana 14 foi um tipo de ápice da minha vida e fiquei apaixonada por usar a saia como blusa, já tava com mais mil ideias de uso pra saia e pensei seriamente em fazer mais uma semana com a mesma roupa. ao invés disso, na segunda simplesmente usei a saia novamente pois maravilhosa, mas decidi repetir a calça.


amay esse visu, achei uma vibe meio @adorofarm mas bem mais em conta (risos) e com um pouco mais de personalidade (afinal é fácil mandar o look farm quando você tem dinheiro pra ele, quando a gente não tem dinheiro rola todo um desafio aí de parecer mais burguesinha-hippie-chic e menos fflch-acordei-cedo-pra-tomar-café-no-bandejão-e-essa-saia-hiponga-era-a-única-coisa-limpa)

nos pés vesti flatforms maravilhosas e confortáveis - essa tal da flatform (que lááááá nos anos 80/90 chamava simplesmente plataforma mesmo) é um sonho meu desde que, na infância, eu olhava com olhos de amor uma plataforma dessas retonas que minha mãe tinha. eu queria virar adulta pra poder usar um sapato daqueles, mas de lá pra cá plataformas saíram de moda, voltaram, saíram, voltaram, e quando eu finalmente pude adquirir meu par elas não eram retas como eu sempre sonhei, mas aquela plataforma meio anabela. tive várias, mesmo sabendo que elas não eram o que eu queria e mesmo nunca tendo me sentido completamente confortável com elas. mas good things come to those who wait e finalmente as tais flatforms apareceram e eu pude realizar meu sonho de infância. WIN.




  • terça, 11 de abril


de todos os visus que eu tinha planejado em janeiro, esse é o único que ainda me representava. tava louca pra combinar essa calça e essa camisa, coordenar essas estampas similares, e sair por aí com essa vibe meio pijama: calça larguinha, camisa larguinha, estampa coordenada (mas não combinandinho: se tem uma coisa que eu não faria é usar uma calça e uma blusa com a exata mesma estampa, acho sem graça - mas nada contra, tenho até amigos que são)



durante essas fotos deu pra perceber o efeito que uma simples peça de roupa pode ter sobre o nosso corpo: nas fotos em que a calça cobre meus pés, pareço mais alta, nas fotos em que meu pé apareceu, fiquei super achatada. não que eu me importe com parecer achatada ou alta ou louca ou o que for, mas é uma dicona pra quem quer criar uma ilusão de alongamento.



  • quarta, 12 de abril

percebo que  tom geral da semana foi azulado: nos dias em que não combinei a calça com cores neutras, combinei com roupas azuladas. aqui até tem um vermelhinho na camiseta, o que é legal porque um pontinho de cor quente num mar de verde e azul traz interesse visual pra roupa, mas no geral: azulão.


  • quinta, 13 de abril

na segunda usei o neutro branco, na quinta usei o neutro cinza, esse vestido, aliás, tem estado em todas: é só esfriar um pouquinho que eu coloco. se eu soubesse, quando o comprei, que esse vestido ia ser tão versátil, já teria comprado dois. essa assimetria dele é demais, e o fato de que to conseguindo mexer no comprimento dele, deixar mais assimétrico, usar como sobreposição, como blusa, com calça, com vestido.... é isso que uma roupa tem que ser, gente: ver. sá. til.

na quinta dou aula pros teens, e minhas alunas curtem roupa e moda, então tento caprichar no visu pras garotas todas curtirem e se inspirarem, fui bem elogiada na escola com essa roupa, me senti a última coca-cola do deserto.

  • sexta e sábado, 14 e 15 de abril

sexta eu trabalho de casa (ou nas semanas sortudas em que dei conta de todos meus afazeres até quinta, sexta é o início do meu fim de semana), e nessa sexta em específico era feriado, então: nada acontece feijoada. na sexta e no sábado saí de casa apenas para ir ao supermercado e pra me locomover da minha casa pra casa do namo, e não achei que nenhuma dessas duas situações pedia um visu pensado e bonito, muito menos um visu que necessita plataforma, então fiz a cozy e vesti saia midi de malha (que repeti na semana 6) com moletom da marge pra ficar numa relax numa tranquila numa boa.


  • domingo, 16 de abril

dia de comemoração religiosa descontextualizada, dia de encontrar a família, comer, compartilhar alegrias, etc, dia de: mix de estampas e barriguinha de fora! a barriguinha de fora talvez tenha sido um erro porque comi à beça, né, gente. essa blusinha comprei uns anos atrás numa dessas coleções especiais da c&a assinadas por estilista. né por nada não mas eu costumo achar essas coleções uó, caras, roupas mal acabadas, estampas e cores feias.... mas essa blusinha de bolinha eu curti, embora tenha quase doado por falta de uso até ter tido a brilhante ideia de cortar metade dela fora e transforar num crop top. tem roupa que é assim, gente: só uma pequena cirurgia plástica e ela renasce pra gente.


essa semana também vou repetir uma roupa que planejei lá em janeiro (talvez vocês notem aí que estou pouco a pouco ficando sem ideias, e isso talvez seja verdade e se for ainda bem que eu já tenho umas semaninhas pré-planejadas pra disfarçar minha falta de criatividade presente). (porém devo dizer que acabei de ver @josyramos usando duas camisas ao mesmo tempo abotoadas como se fossem uma só e apenas me apaixonei e tô tendo váriazideia pras próximas semanas).










Um comentário:

Carol disse...

Ei!! Eu sou o anonimo que tinha perguntado, obrigada por responder, não sabia que eram só dois dias que vc dava aulas...enfim, hoje vim só pra elogiar essa calca, linda demais!! Tenho visitado seu blog na busca por inspiração para sair da calca jeans... a danada eh uma armadilha!! E seus looks me inspiram pra caramba! O de domingo foi meu preferido!! :)